5 dicas para trabalhares a resiliência dos teus filhos

23.11.17


No último post, falei-te sobre resiliência. Como te disse, é uma competência que, para mim, é mesmo importante promover junto dos meus filhos. Num mundo que muda sem que nos demos conta, manter o centro, lidar com as emoções e saber recomeçar ou criar um novo e diferente início é fundamental.

Mas como é que se promove a resiliência?, perguntas tu. É uma boa questão, vou contar-te como faço  em casa, com os meus filhos:

Apoiar
Quando se sentem apoiados, sentem-se confiantes e aventuram-se. E mesmo que possa correr menos bem, a certeza que têm uma rede e um apoio é-lhe suficiente.

Promover
Promovo a literacia emocional, para que possam reconhecer os seus sentimentos e emoções,  permitindo a sua verbalização e auto-regulação, essencial para ultrapassar e seguir em frente (podes desenvolver a tua autorregulação aqui.).

Escutar
Escuto, empaticamente, acolhendo o que têm para me contar, sem procurar salvá-los.

Dar poder
Fazemos brainstorming. Quando partilham alguma situação que lhes causa desconforto, convido-os a pensarem em soluções e sugiro outras. Ao identificarmos estas estratégias, estamos a dar-lhes ferramentas que podem utilizar noutras situações de adversidades de forma autónoma. Por exemplo, no outro dia fui com o meu filho ao supermercado e ele andou com um carrinho pequenino, daqueles para crianças. Quando terminamos as compras queria trazê-lo para casa. Confrontado com a impossibilidade de o fazer ficou triste e depois zangado. Escutei-o e expliquei-lhe que era mesmo assim, que aquela era a regra. Mas ele não conseguiu compreender, achou tudo uma grande injustiça e pareceu-me que ia continuar a insistir. Então decidi fazer o que tinha de fazer. Dei-lhe poder. Perguntei-lhe se gostaria de dizer o que achava aos responsáveis do supermercado. Assim surgiu a ideia de escrever uma carta. Acabamos por não a enviar, mas a tristeza e zanga do pequeno foram ultrapassadas e devagarinho vai sendo cada vez mais natural para ele focar-se em encontrar soluções.

Partilhar
-Partilho, no dia-a-dia situações de adversidade com que me deparo e as estratégias que utilizo para resolver. Por exemplo, esta semana depois de ter estado uma manhã inteira a gravar áudios (mais tarde conto-te porquê ;) ), vi que tinha usado uma aplicação que não me permita passa-los para o pc. Dizer que fiquei irritada é pouco, mas felizmente e rapidamente percebi que não valia a pena. Aquele sentimento não me ía levar a lado nenhum. Preciso e preciso dos áudio, por isso vou ter que os repetir, mas vou garantir que a aplicação que vou utilizar tem todas as funcionalidades que necessito. Ao jantar partilhei com eles o que se tinha passado e a forma como resolvi, comigo, a situação.


Gostava de saber como é que tu fazes?

1 comentário:

Obrigada por leres e por comentares!
Todos os comentários são bem-vindos excepto os que 'berram alto'...Esses são, naturalmente, eliminados!

linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Share