RTP - COMO GERIR A FRUSTRAÇÃO DAS PRENDAS NA ÉPOCA NATALÍCIA - A PRAÇA

7.12.16

Dizem que cada vez mais as crianças pedem mais e mais prendas mas sinceramente, não sei se é isso mesmo que elas querem. Pelo menos, sempre. Há uns anos uma famosa marca de móveis pediu a um grupo de crianças que escrevesse o que gostaria de ter como presente no Natal e os miúdos referiram-se à atenção e tempo dos pais.

Talvez os miúdos peçam cada vez mais justamente porque lhes perguntamos constantemente sobre as prendas, porque enviamos catálogos e folhetos por correio, porque bombardeamos os dias de produtos de consumo rápido e o Natal passou apenas a ser isso. Naturalmente que pela ausência de referencias aos valores do Natal, as crianças não poderão pedir outra coisa que não aquilo que lhes dizemos para pedir.

Então como é que podemos reagir aos comportamentos de frustração e de tristeza dos miúdos?
Antes de tudo, acolhendo os sentimentos - "Estou a ver que gostavas mesmo muito de ter recebido aquele avião telecomandado". E depois de acolher, perguntar qual foi aquele com que mais gostou de brincar, etc.

Por outro lado há brinquedos que nunca iríamos dar e esses é importante dizermos que, caso o assunto venha a ser mencionado, não estávamos de acordo. É importante dizermos à criança que embora haja pai natal há coisas que nem ele poderia trazer para nossa casa porque não iríamos deixar.

E devemos dizer à criança “que não” a determinadas prendas?
A questão é ‘o que é que lhe estaríamos a ensinar com um sim a tudo?’
As crianças têm necessidade de brincar e os brinquedos são justamente importantes para elas explorarem, tornarem-se mais independentes, entreterem-se. Mas o excesso nunca foi positivo e, na verdade, provoca alguma distração e confusão. São demasiadas solicitações, demasiado ruído para a criança que, sendo pequena já tem tanta incapacidade em decidir que com tantas solicitações terá ainda mais.


Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada por leres e por comentares!
Todos os comentários são bem-vindos excepto os que 'berram alto'...Esses são, naturalmente, eliminados!

linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Share