É PRECISO TIRAR-SE UM CURSO PARA EDUCAR UMA CRIANÇA?

26.1.15
Hoje acordaste e prometeste que ia ser um bom dia. O despertador tocou, tu desligaste-o e ficaste a organizar mentalmente a tua manhã: vais acordar os miúdos com calma, prometes que vais ser mais paciente e as coisas vão correr bem. Mas ela não quer calçar os collants azuis-escuros e ele não pára de choramingar. Quando dás por ti, o “berrar baixo” já foi para o espaço e o falar com calma foi por água abaixo. Não tens tempo para os “cutchi cutchis”: tens é de enfiar os miúdos no carro, nem que seja com meio pequeno-almoço tomado, sem remelas nos olhos e mochilas com lanches e livros. Quando apertas o cinto ao mais novo dás-te conta que estás de rastos… Entras no carro, olhas para o relógio e disparas o sermão do outro dia que diz que “Assim não dá! É todos os dias a mesma coisa e se isto volta a acontecer vão ficar mesmo sem os desenhos animados depois do jantar”. Dizes-lhes também que não sabes mais o que fazer para eles andarem mais depressa de manhã, que eles têm de te respeitar – afinal de contas és a mãe deles.

[continua a ler - publicado originalmente no Maria Capaz a 12.12.2014]

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada por leres e por comentares!
Todos os comentários são bem-vindos excepto os que 'berram alto'...Esses são, naturalmente, eliminados!

linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Share