'O' bolo de laranja

29.1.13

Foto igualzinha ao meu bolo que está agora no forno!!

Todos temos memórias sensoriais. Ou um cheiro, ou um som/música, ou o toque ou o sabor de qualquer coisa...

Há dias pedi à minha mãe a receita do bolo de laranja dela- entenda-se 'O' bolo de laranja. Era o bolo que ela fazia (e faz) sempre que havia uma ocasião para se celebrar. Um aniversário (então aqui era certinho direitinho), Natal, e aos Sábados, quando lhe apetecia. Na cozinha a minha mãe nunca ofi de inovar ou tão pouco de arriscar. Lembro-me muito bem do som do raspar da laranja, da batedeira. Mas do que eu me lembro mesmo mas mesmo bem é do sabor da massa. 

Hoje fiz esse bolo - não foi a primeira vez, mas tirei a tarde para saborear o tempo - e voltei ao passado como nunca antes me tinha acontecido.

Logo à noite vamos comer 'O' bolo de laranja, à sobremesa. E eu certamente vou voltar à infância. 

São coisas destas que eu gosto de partilhar com a infância da minha filha. Infância com infância. 
Da próxima vez que fizer 'O' bolo, só há uma coisa que faço diferente da que eu fiz hoje - coloco-o numa forma redonda! Porque o original é servido assim, e com açucar em pó, por cima. Há coisas que não devem ser inovadas ou alteradas. 'O' bolo é uma delas.

Gostava tanto de saber o que é que tu também partilhas da tua infância com os teus - Infância com infância!

15 comentários:

  1. Também me recordo do bolo de laranja da minha mãe... que saudades.

    Saborear estes momentos é tão bom! É como se revivêssemos as lembranças felizes da infância. E sim, adoro partilhar estes momentos com a Letícia.

    Bjs

    ResponderEliminar
  2. Fiquei com vontade de saborear e conhecer a receita...a cozinha é um dos lugares onde mais gosto de estar e partilhar. Um abraço!

    ResponderEliminar
  3. Tenho uma recordação assim, e também ela relacionada com bolos, mas não com 1 bolo, qualquer bolo. Lembro-mr tão bem da minha mãe fazer bolos e eu ir-me sentar no chão do hall de entrada, juntinho à porta da cozinha com a taça e uma colher na mão e a rapar, rapar, rapar até a taça ficar praticamente limpinha e depois ia dá-la à minha mãe e dizia "já não precisas lavar, está toda limpinha" e a minha mãe ria. Hoje faço parecido com a minha filha, quando faço um bolo, nunca rapo completamente a taça e depois sentamo-nos as duas, lado a lado, na mesa da cozinha e vamos rapando a taça e rindo das bocas sujas.

    ResponderEliminar
  4. eu partilho o doce de tomate que a minha mãe fazia... e ele adora levar para a escola!

    e já agora, a receita, é só vossa ou podes partilhar? :)

    ResponderEliminar
  5. Partilho a conversa ao fim do dia, o mimo ao deitar! Infelizmente não houve grandes partilhas na cozinha, nem muitas historinhas à noite, e por isso, faço por inovar nesta parte! :)

    ResponderEliminar
  6. O mini-panados da bisavó, o pudim da outra, o dominó do bisavô, a praia da infância da mamã, etc....e sempre entre o sorriso derretido e a lágrima no canto do olho. Sou uma românnnnntica. Daquelas categoria B Holywood.

    ResponderEliminar
  7. Que post lindo...!!

    Em relação a comida, eu só lembro de sentir aquele cheeirinho de feijão, sabe?! De dar água na boca!
    Aliás, senti esse cheiro semana passada quando fomos vistar meus pais!!!

    Acho que eu herdei da minha mãe é o espírito alegre, engraçada por natureza mesmo! rs
    Sempre descrevo ela assim para todos e todos que me conhecem, falam que sou igual rs

    Tento fazer algumas comidinhas que ela domina como ninguém (tipo carne de panela!!) mas sou um desastre. Meu marido aprendeu antes de mim. rs


    Beijos!!!

    ResponderEliminar
  8. Eu partilho a cozinha, tal como a minha mãe fazia comigo!Fazemos bolachas, mexemos a massa com as mãos, esticamos com um rolo à medida de cada uma, olhamos para o forno a vê-las crescer, esperamos que arrefeçam, ou não. Tem tacho, panelas, frigideiras e todos os acessórios de cozinha, tal como eu tinha, todos dados pela minha mãe que me incutiu o gosto pela cozinha, e espero que ela fique com as mesmas memórias que eu, e goste da cozinha como templo zen!

    ResponderEliminar
  9. Eu partilho as papas de milho que a minha mãe fazia. São a coisa mais simples do mundo e sabe-me mesmo a... infância, uma infância com poucos recursos mas (sei-o agora...) muito feliz! Leva só leite com uma casca de limão, um pouco de açúcar e farinha de milho. Os meus filhos adoram e eu lembro-me como tenho saudades da minha mãe!

    ResponderEliminar
  10. O Pingo Doce tem umas embalagens de bolinho de laranja. É óptimo para aqueles dias que nos apetece um cake de laranja mas sem a parte de bater a massa e partir ovos...eu tenho desses dias :)
    Aquilo é só mesmo colocar na forma (untada, claro). Mui fácil. Mas claro, não deve superar a receita da sua Mãe...bate só na preguiça....

    ResponderEliminar
  11. Curiosamente a minha mãe também faz O bolo de laranja na forma com o furo central. :) Eu faço O bolo de laranja como ela e numa forma igual que ela me ofereceu. Tento manter a rotina/partilha de um bolo no forno nas tardes de Domingo (como a minha mãe fazia para bebermos com o leite da manhã) e também o raspar da massa :)T.

    ResponderEliminar
  12. O sabor do Pão do "juquinha" -fornada que só saia ao domingo, qd faziamos "jantar simples", leite, pão, queijo, fiambre, ovos mexidos...um pretexto para a minha Mãe não cozinhar. Xus (chus?) que a minha Mãe fazia ao domingo cheios de chantili e cobertos de caramelo para irmos a casa da minha Avó Paterna, o cheiro do bolo de laranja, mas, mais ainda a imagem do tacho onde a minha Mãe o fazia...a comida que a minha Mãe fazia sempre que estávamos doentes, preferida de todos:açorda de alho com ovos estrelados...para já só partilho o bolo com a Cria e o ir buscar o Pão quentinho (regueifa) ao Domingo...
    Margarida

    ResponderEliminar
  13. A receita, como prometido:

    200 gr manteiga
    6 ovos
    300 gr açucar
    300 farinha
    2 c café fermento
    1 laranja

    Misturar manteiga e raspa da laranja
    ovos um a um e bater
    por esta ordem, enquanto bates: açucar, farinha, fermento
    sumo laranja

    Forno a 180ºC até estar douradinho por fora!

    Depois quero saber se gostas tanto como eu!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Feito com a ajuda do mais velho e aprovado por todos!!!

      Obrigada por partilhares!

      BJs.

      Eliminar

Obrigada por leres e por comentares!
Todos os comentários são bem-vindos excepto os que 'berram alto'...Esses são, naturalmente, eliminados!

linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Share